Especialidades Especialidades

Tumores

Existem tumores que afetam a superfície do olho, geralmente são carcinomas espino celulares e melanomas, como os que podem acometer a pele.

Esses tumores podem aparecer na conjuntiva ou córnea causando vermelhidão no olho sem melhora, aumento da pigmentação da conjuntiva (parte branca do olho), baixa de visão ou dor. Estes tumores devem ser removidos para evitar que penetrem no olho ou se espalhem pelos vasos linfáticos. Neste caso é feita uma cirurgia na superfície do olho. Também pode ser realizado tratamento complementar com quimioterápicos em colírio, que ajudam a destruir as células tumorais.

As pálpebras podem ser acometidas por carcinomas baso celulares ou melanomas (cancros de pele). Eles aparecem como lesões elevadas ou com cor diferente da pele normal e devem ser tratados assim que possível para evitar que comprometam o olho. O tratamento normalmente consiste na remoção cirúrgica do tumor e, se realizada precocemente, não costuma causar problemas estéticos.

O tratamento depende de alguns fatores como: a doença ser hereditária (bilateral) ou não hereditária (acometendo apenas um olho) e do estágio em que o tumor é diagnosticado.

Para o tratamento dos casos de melanoma de coróide, pode ser utilizado placas radioativas (por exemplo, iodo-125, cobalto-60 ou rutênio), termoterapia transpupilar, enucleação, exenteração, quimioterapia ou imunoterapia, dependendo das características do tumor.

Para os melanomas pequenos, a opção de tratamento é a termoterapia transpupilar. Quanto aos tumores de tamanho médio, é recomendada a braquiterapia ocular (radiação no tumor). E, para os grandes, a enucleação (remoção do globo ocular) é mais indicada.

Mas as chances de tratamento aumentam com o diagnóstico precoce. Por isso, é importante consultar seu oftalmologista regularmente e ficar atento aos sinais que surgem, especialmente nas crianças. Qualquer criança com reflexo branco das pupilas, estrabismo ou qualquer outro sinal de anormalidade ocular deve ser examinada por um oftalmologista e realizar exame de fundo de olho com as pupilas dilatadas.