Central de Marcação : 82 2121-2800

Ceratocone

O ceratocone é uma alteração da córnea cuja superfície, normalmente esférica, sofre um encurvamento na sua porção para-central inferior. Por um afinamento e perda da rigidez na sua área central ou para-central, a córnea assume o formato de cone, prejudicando a visão. Esta alteração é progressiva, inicia-se geralmente na adolescência, afeta um pouco mais as mulheres do que os homens e evolui geralmente até 30 ou 35 anos, quando há uma estabilização espontânea.

A emergência desta nova sub-especialidade dentro da Oftalmologia é relativamente conhecida. Este especialista deve reunir habilidades relacionadas com Córnea e Cirurgia Refrativa, entretanto, é fundamental orientar adequadamente os pacientes e os familiares. Não é incomum que a falta de explicações ao se passar o diagnóstico de ceratocone, ou apenas a suspeita com base em exame complementar, traga grande ansiedade para o paciente e sua família.

O ceratocone é indolor, não causa vermelhidão e é geralmente bilateral, podendo ter um olho mais avançado que o outro. O alerta é dado pelo embaçamento e distorção da visão. Em geral, aparecem também miopia e astigmatismo que aumentam constantemente levando a uma troca frequente de óculos que deixam de fornecer uma visão adequada. Coceira nos olhos é comum devido à sua grande associação com alergia ocular. Contudo, apesar do ceratocone poder levar à uma grande perda visual, ele não leva a cegueira.

Infelizmente, não há maneiras de prevenir o surgimento do ceratocone. Até hoje não se sabe a causa precisa do mesmo, nem porque aparece na adolescência, ou porque estabiliza espontaneamente, mas fatores hereditários estão ligados à sua origem. O hábito de coçar os olhos deve ser evitado, pois pode contribuir para o aparecimento ou agravamento da doença, o que torna os indivíduos alérgicos mais suscetíveis.

Inicialmente, devemos então investigar e tratar qualquer alergia ou inflamação ocular. O uso de lubrificantes também é importante, pois não só melhora a qualidade da superfície ocular (ajudando a diminuir a inflamação), como também melhora a qualidade da óptica ocular. Outros tratamentos para otimizar a superfície da córnea, como o uso oral de óleo de linhaça ou vitamina C, e a colocação de plug de pontos lacrimais, podem ser utilizados.